quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Frozen .

Me desculpe,
por todas as palavras verdadeiras,
por todos os beijos sinceros,
e por todo o amor infinito que durou milésimos de segundos.

Hoje acordei machucada de novo, e de novo,
mas desta vez por mim mesma.

Meu coração está coberto por uma lâmina,
e toda vez que me sinto mal ele gira com a terra,
me corta,
me machuca,
e me faz fraca diante do amor.

Decidi congelá-lo para com ele permanecer,
caso contrário o perderia de tanto sangrar.

Ao soar dos bumbos,
lentamente posso ver sua sombra,
posso ouvir sua voz no quarto vazio,
posso lembrar de cada sorriso,
e refazer todos os planos em minha cabeça.

Em torno de sua cabeça gira a dor,
e o sentimento de ser deixado.
Mas ainda pior, sinto-me apagada,
como se tivessem levado-me o brilho,
tirado-me a força atirando-me ao chão.

Sem forças para lutar,
e me entristecendo ainda mais com suas palavras.
Elas me fizeram ver o que não queria enxergar,
e me fizeram chorar e lamentar ...

Peço desculpas a todos que em mim acreditaram,
e para a vida que tanto me cobra...
Mas não consigo ser perfeita, nunca fui, nem nunca serei.
Tento ser artista,
mas só o que vejo é um palhaço, sozinho, no centro de um picadeiro...


http://www.youtube.com/watch?v=cU2egVLLeFU

...

2 comentários:

alma na garganta disse...

fia, acho q a gente ta gastando demais as palavrinhas de G-sus... rs

lindo. forte. me da medo.

Glauber disse...

Deixar as coisas seguirem é a melhor opção.
Não quero cobrar , não quero dizer de quem é a verdade, quero ser essa pessoa especial que vc diz , mas uma pessoa especial e feliz.
Esperar é o melhor remédio , o remédio para um coração que tanto sente sua falta.